Simulado Para Concurso: Alfabetização de Jovens e Adultos – EJA

Simulado Para Concurso

Assunto: Alfabetização de Jovens e Adultos – EJA

Olá colegas professores, o simulado abaixo são questões de pedagogia para concurso.

1.A Educação de Jovens e Adultos no cenário brasileiro possui grande influência do pensamento de Paulo Freire. Sua pedagogia levanta ideias relevantes para a área, dentre as quais, a de que a alfabetização e a educação de adultos devem ocorrer
a) a partir de conteúdos socialmente valorizados, de modo a promover o acesso dos oprimidos às culturas hegemônicas.
b) a partir do trabalho com temas e palavras geradoras, extraídas de suas histórias de vida, de modo a promover a consciência crítica em relação ao mundo.
c) a partir dos métodos herbartianos, de modo que esses sujeitos dominem os códigos linguísticos de forma emancipatória.
d) de maneira coerente com os universos culturais dos educadores para que possam ser eficientes e conscientizadoras.
e) a fim de permitir que esses sujeitos estudem de forma autônoma e libertadora, prescindindo da presença do educador.

2.A Educação de Jovens e Adultos (EJA), voltada para a garantia de formação integral, da alfabetização às diferentes etapas da escolarização ao longo da vida, inclusive àqueles em situação de privação de liberdade, é pautada pela inclusão e pela qualidade social. A EJA requer:
a) um processo de gestão e financiamento que lhe assegure isonomia em relação ao Ensino Fundamental regular.
b)um modelo financeiro que permita a apropriação dos espaços físicos com condições de funcionamento.
c)a implantação de um sistema de acompanhamento, controle, monitoramento e avaliação do aluno.
d)uma sistemática de acompanhamento das aulas com avaliação permanente do desempenho dos alunos.
e)maior alocação de materiais lúdicos para que as aulas ministradas pelos docentes sejam eficazes.

3.Paulo Freire, um dos maiores expoentes da educação do Século XX, desenvolveu um legado teórico de reconhecimento internacional sobre os princípios e processos da educação e da pedagogia, em particular. Como representante e defensor da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Paulo Freire criou um método de alfabetização fundamentado nos seguintes aspectos, EXCETO:
a)Compreensão do processo pedagógico de jovens e adultos, interrelacionando alfabetização e consciência de si e do mundo, a partir do desenvolvimento do senso crítico e do espírito político.
b)Compreensão do processo pedagógico de jovens e adultos a partir da experiência pioneira desenvolvida com trabalhadores em uma comunidade do Município de Angicos, no Rio Grande do Norte, culminando em um método de alfabetizador inovador.
c)Compreensão do processo pedagógico de jovens e adultos a partir da criação e experimentação do método de alfabetização desenvolvido no Chile, Estados Unidos, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, dentre outros países onde Paulo Freire viveu durante o tempo em que foi exilado do Brasil pela Ditadura Militar no país.
d)Compreensão do processo pedagógico de jovens e adultos a partir das experiências da vida, de onde emergem palavras geradoras de sentido que podem ser refletidas em rodas de diálogo, sendo convertidas em didática de ensino para o entendimento das letras, fonemas, sílabas, palavras, frases, enfim, para a alfabetização.
e)Compreensão do processo pedagógico de jovens e adultos, fundado no princípio do diálogo como filosofia prática da/para mediação pedagógica, posicionando professor-aluno na mesma dimensão de aprendizagem, ou seja, o professor ensina tanto quanto aprende com o aluno porque todos sabem algo que podem socializar e fortalecer o debate sobre os conteúdos da aprendizagem.

4.Segundo o Referencial Curricular Nacional para Educação infantil, modificar a concepção de educação assistencialista significa atentar para várias questões que vão muito além dos aspectos legais. Envolve, principalmente, assumir as especificidades da educação infantil e rever concepções sobre a infância, as relações entre classes sociais, as responsabilidades da sociedade e o papel do Estado diante:
a) Dos jovens.
b) Dos adultos.
c) Das crianças pequenas.
d) Dos adolescentes.

5.Em relação à educação de jovens e adultos, é INCORRETO afirmar que
a) é destinada àqueles que não tiveram acesso ou continuidade de estudos no ensino fundamental e médio na idade própria.
b) deverá articular-se, obrigatoriamente, com a educação profissional, na forma do regulamento.
c) presume cursos e exames supletivos a serem realizados no nível de conclusão do ensino fundamental, para os maiores de quinze anos, e no nível de conclusão do ensino médio, para os maiores de dezoito anos.
d) os conhecimentos e habilidades adquiridos pelos educandos por meios informais serão avaliados e reconhecidos mediante exames.

6. Na EJA, é necessária a flexibilização de tempos e espaços para atender à especificidade do educando jovem e adulto. A reflexão pedagógica, nessa modalidade educativa, tem especial relevância a consideração de suas dimensões social, ética e política. O ideário da Educação Popular é referência importante na área. Hoje, a EJA caracteriza-se
a) pela Campanha Nacional de Massa por um Brasil alfabetizado. Essa campanha em curso visa à alfabetização de todos e todas e uma capacitação profissional aligeirada.
b) por atender um adulto-criança, um jovem-criança e como crianças eles vivem em um mundo de egocentrismo que não lhe permite ocupar planos em que as decisões comuns têm de ser tomadas.
c) por atender sujeitos jovens e adultos que são sujeitos não produtivos, incapazes de resolver seus problemas e na verdade com a capacidade de aprender bem menos do que a das crianças.
d) não só pela diversidade do público que atende e dos contextos em que se realiza, como pela variedade dos modelos de organização dos programas.
e) como modalidade de educação que ensina para alunos adultos com grande experiência de vida agrária, de trabalho com a terra e os animais. A experiência destes alunos é típica do mundo agrafo, o que impossibilita a incorporação da realidade do educando como conteúdo escolar.

7.Considere as asserções abaixo.
I. A maioria dos jovens e adultos pouco escolarizados se responsabiliza individualmente por não saber ler e escrever.
PORQUE
II. Os jovens ou adultos analfabetos ignoram como se dá o processo de exclusão social na sociedade brasileira.
É correto afirmar que
a) a primeira e a segunda afirmações são verdadeiras.
b) a primeira e a segunda afirmações são falsas.
c) a primeira é falsa e a segunda é verdadeira.
d) a primeira é verdadeira e a segunda é falsa.
e) as duas asserções são verdadeiras, mas a segunda não justifica a primeira.

8. Para Sonia Rummert (2007), a Educação de Jovens e Adultos no Brasil tem um forte componente de classe, visto destinar-se à (às)
a)educação regular dos filhos da classe trabalhadora que se encontram na faixa dos 14 aos 25 anos de idade.
b)qualificação técnica e profissional do operariado urbano atendendo às exigências do processo de industrialização em diferentes épocas.
c)frações da classe trabalhadora, que encontra dificuldades de inserção no processo produtivo, em virtude da falta de qualificação técnica.
d)frações da classe trabalhadora cujos papéis, a serem desempenhados no cenário produtivo, não requerem maiores investimentos do estado.
e)frações da classe trabalhadora que não alfabetizadas e, por isso, não dispõem de condições de
empregabilidade.

9. Paulo Freire inovou a prática e a teoria pedagógicas, tornando-se conhecido pela aceleração de processos de alfabetização, por meio do método que tinha como um dos seus eixos básicos as palavras geradoras. Segundo essa proposta:
a) o universo cultural dos alunos nos processos de alfabetização de adultos é valorizado, devendo ser um primeiro passo no trabalho de alfabetizar adultos o levantamento do seu universo vocabular
b) a investigação da exuberância da linguagem pela equipe de educadores deve ser prioritária, não só pelas relações que trava, mas pelas regras da norma culta.
c) as palavras a partir das quais o alfabetizando construiria seus conhecimentos de leitura e escrita – as palavras geradoras – seriam selecionadas segundo normas gramaticais e textuais.
d) as tendências sociológicas dialogam com a escola enfatizando as dificuldades fonéticas, negligenciando o aspecto pragmático da palavra.
e) a importância atribuída à dimensão cultural se expressava somente na denominação do espaço de operacionalização da alfabetização.

10.Assinale a alternativa correta acerca da educação para os jovens.
a) Deve necessariamente implicar em negociação, em ajustar posições para manter a interação funcionando. Ou seja, a cada acordo rompido deve corresponder, não necessariamente uma punição, mas um novo acordo com novas exigências, até que os dois pólos – professores e alunos – entrem em sintonia.
b) Para eles, a escola deve ser o lugar de repetição de conhecimentos vindos de fora que precisam ser memorizados e aprendidos pelos alunos.
c) Deve formar cidadãos do futuro ao invés de considerá- los como cidadãos no presente.
d) Para serem bem educados, devem se ater a um currículo distante de sua realidade pois isso é trabalhar com o conhecimento sistematizado.
e) Deve reconhecer os jovens como possuidores de saberes acumulados nos espaços escolares.

Esse simulado faz parte do Material Completo que se encontra na página:
http://questoesconcursopedagogia.com.br/mais1200questoes/

GABARITO:

1.B
2.A
3.C
4.C
5.B
6.D
7.A
8.D
9.A
10.A

BAIXAR EM PDF

Acompanhamento Individualizado para seu concurso, ACESSE.

Sobre Luiz Carlos M.

Experiência profissionais: professor de Ensino Básico, Professor em Institutos, coordenador pedagógico, diretor escolar. Prestou vários concursos municipais, estaduais, federais e seleções de escolas públicas e privadas obtendo boas colocações. Contato WHATSAP (88) 94457345

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *