Tendência Pedagógica Progressistas – Resumo e Questões

Material de estudo e questões de concurso sobre Tendência Pedagógicas. Este material trata de Tendência Pedagógica Progressistas. Um breve resumo e algumas questões para ver como domina o assunto.

BAIXAR MATERIAL + QUESTÕES

QUAIS OUTROS MATERIAIS TEM INTERESSE?

Materiais para concursos de diversas áreas como Educação Física, Matemática e outros – CLIQUE AQUI

Cursos Online Gratuitos (COM CERTIFICADO) – CLIQUE AQUI

Materiais de Matemática para Sala de Aula – CLIQUE AQUI

Curso de Vídeos aulas para Concursos – CLIQUE AQUI

NOSSAS MÍDIAS:

        Página no Facebook     

 Grupo no Facebook

          Perfil no Instagram        

 Canal no YouTube

A tendência progressista vem se manifestado partindo de três tendências: a libertadora (conhecida como a pedagogia de Paulo Freire), libertária e crítico-social. O termo progressista é usado para designar as tendências, partindo de uma análise crítica da realidade social que sustentam finalidades sociopolítica da educação. Constitui-se da luta dos professores ao lado de outras práticas sociais. E esse cenário assume um caráter pedagógico e político ao mesmo tempo.

Nesse contexto o sujeito assume um papel de construir sua realidade de acordo com suas opiniões e progredir com a transformação na sociedade.

Tendência pedagógica libertadora: tem como principal representante Paulo Freire, e caracteriza-se de uma tendência informal, onde o sujeito tem a valorização das experiências e através disso o processo de aprendizagem em grupo. Os conteúdos acontecem pelas práticas de vida dos indivíduos, ou seja, da realidade cotidiana do aluno. Com base nessa metodologia a caracterização da experiência social entra dando ênfase a problematização dos alunos. E a relação professor-aluno é vista de forma horizontal para que ambos possam fazer parte do ato educador. O papel da escola tem como objetivo desenvolver mudanças institucionais no aluno, com base em participações de grupo, onde consequentemente ocorre toda a prática do aprendizado, exerce a transformação da personalidade de cada aluno no sentido de liberdade e autogestão. E o professor tem o propósito de ser o orientador e catalisar as reflexões do indivíduo e ajudar no desenvolvimento do clima grupal e tornar um ambiente harmônico, sendo possível superar e aprender com os obstáculos para um bom aprendizado. E com técnicas de ensino que ajudará no desenvolvimento do grupo, como: vivências grupal, assembleias e reuniões. E a aprendizagem ocorre por meio da troca de experiência vividas e prática social.

Tendência pedagógica libertária: essa tendência tem como principal objetivo a educação política, e o desenvolvimento integral da criança. E tem como objetivo colocar os conteúdos a disposição do indivíduo, mas não é necessariamente exigidos. E neste tendência o professor estar com a função de orientador, se disponibilizando a serviço do aluno, sem transformar o aluno em objeto e nem expondo suas ideias.
A escola tem como propósito de transformar a personalidade dos indivíduos no sentido libertário e os métodos e práticas exercida se baseiam em vivências de grupo. O principal método de ensino são exatamente essas vivências grupais em forma de autogestão, onde os alunos buscarão bases mais satisfatória, com a ajuda da sua própria intuição. E a interação do grupo se dá por meios de discussões, assembleias, cooperativas e entre outros, para expressar sua participação e expor suas opiniões. A participação dos alunos tem como propósito garantir a interação e estimular a autonomia.

Tendência pedagógica crítico-social: é proposta por uma educação vinculada a realidade econômica e sociocultural do aluno, e sua principal preocupação é com a transformação da educação com relação à sociedade. E busca construir uma teoria da pedagogia a partir da compensação da realidade histórica e social, a fim de tornar um mediador da educação no processo de transformação social. Essa tendência se preocupa com a transformação social e parte da compreensão da realidade.
E nesta tendência a escola tem o papel principal de destacar-se com mecanismo de preparação do aluno para um mundo adulto, buscando a transformação social. É uma característica da pedagogia crítica-social é a formação cultural e o conhecimento científico e entende que a ação pedagógica está cheia de intenção ao ensino com interesse em ações sociais e políticas.

A educação crítica-social disponibiliza conteúdos que estão adequados à realidade vivida socialmente pelo aluno e habilitando o estudante para a entrada do mundo adulto e mais responsável. Desta forma a educação que a escola oferece é valorizada por garantir que os conteúdos permita que o aluno chegue a sociedade de forma crítica e superando os obstáculos, a ideia é socializar e aplicar os conhecimentos em condições necessárias em cada posicionamento diante a sociedade.
Simulado
1. Qual foi o autor responsável em dizer que: “ Ninguém liberta ninguém, ninguém se liberta sozinho: Os homens se libertam em comunhão”?
A) Rubens Alves.
B) Jean Piaget.
C) Edgar Morin.
D) Paulo Freire.
E) Cipriano Luckesi.

2. Sobre as tendências progressistas libertadora e libertária, é correto afirmar que
A) atuam no aperfeiçoamento da ordem social vigente (o sistema capitalista), articulando-se diretamente com o sistema produtivo.
B) têm como principal interesse produzir indivíduos “competentes” para o mercado de trabalho, não se preocupando com as mudanças sociais.
C) têm em comum a defesa da autogestão pedagógica e o antiautoritarismo.
D) não consideram as diferenças de classe social, nem suas práticas escolares têm relação com o cotidiano do aluno.

3. De acordo com Libâneo (2006), as tendências pedagógicas classificam-se em: Pedagogia Liberal (tradicional, renovada e tecnicista) e Pedagogia progressista (libertadora, libertária e crítico-social dos conteúdos). Dessa forma, é correto afirmar que a aprendizagem numa perspectiva da pedagogia progressista libertadora:
A) Baseia-se na informalidade, no modelo de autogestão: somente o vivido, o experienciado é incorporado, é aprendido.
B) Baseia-se no desempenho do estudante, por meio de atividades de estímulo e resposta.
C) Depende tanto da prontidão e disposição do aluno, quanto do professor e do contexto da sala de aula.
D) Baseia-se na resolução de problemas, a partir de temas geradores, num processo de compreensão, reflexão e crítica sobre a realidade.

1.D 2.C 3.D

Sobre Luiz Carlos M.

Experiência profissionais: professor de Ensino Básico, Professor em Institutos, coordenador pedagógico, diretor escolar. Prestou vários concursos municipais, estaduais, federais e seleções de escolas públicas e privadas obtendo boas colocações. Contato WHATSAP (88) 94457345

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *