fbpx

MAIS DE 1450 ATIVIDADES

PARA BAIXAR! TODAS EM PDF. CLIQUE AQUI

CURSOS DIVERSOS

DE APERFEIÇOAMENTO

Simulado Educação no Brasil: 10 Questões – Concurso Pedagogia e Conhecimentos pedagógicos

Introdução

Apresentação

Bem-vindo(a) ao nosso Simulado para Concursos sobre Educação no Brasil. Neste simulado, exploraremos questões que abordam temas essenciais na área pedagógica, proporcionando uma visão aprofundada e instigante. Preparado e otimizado para quem busca compreender os fundamentos pedagógicos, este simulado é uma ferramenta valiosa para testar seus conhecimentos.

BAIXAR SIMULADO EM PDF – CLIQUE AQUI

Simulado Educação no Brasil: 10 Questões

QUESTÃO 1

SUSTENTE | De acordo com historiadores, a educação formal no Brasil começou logo depois da chegada dos portugueses, com a vinda dos jesuítas em 1549. Tinham como objetivo ensinar a religião e a prática cristã aos índios, mas havia também objetivos econômicos e políticos. Neste sentido, fundada em 1549 pelo padre Manoel da Nóbrega, a primeira instituição escolar do Brasil foi:

a) Escola Normal de Niterói.
b) Colégio Gentil Bittencourt.
c) Colégio dos Meninos de Jesus de São Vicente.
d) Escola Normal de Salvador.
e) Colégio Meninos de Jesus da Bahia.

QUESTÃO 2

Instituto Verbena | O movimento modernista brasileiro, na década de 1920, esteve ligado à fundação de universidades que aliassem o ensino à pesquisa. Esse movimento consolidou-se através da atuação organizada de cientistas e educadores. O modelo foi modernizado e fortalecido com a reforma universitária de 1968, logo após a criação de duas importantes instituições federais de apoio à pesquisa e à pós-graduação no país. São elas:

a) o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAPDF).
b) a Academia Brasileira de Letras (ABL) e a Academia Brasileira de Ciências (ABC).
c) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV).
d) o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

QUESTÃO 3

Instituto Verbena | A história do ensino superior no Brasil teve início em 1808, com a Escola de Direito, em Olinda (PE), a de Medicina, em Salvador (BA), e a de Engenharia, no Rio de Janeiro (RJ). Todas essas universidades apresentavam currículos baseados no modelo francês, com uma parte de cultura geral e outra de conhecimentos pedagógicos. Este panorama manteve-se inalterado até os anos 1970, ocasião em que foi implantada a Lei no 5.540/1968, denominada:

a) Reforma Gustavo Capanema.
b) Reforma Francisco Campos.
c) Reforma Universitária Brasileira.


d) Programa de Expansão das Universidades Federais.

QUESTÃO 4

CEV URCA | Dermeval Saviani (2007), apresenta a trajetória da história das ideias pedagógicas no Brasil pela história da educação brasileira. Assinale a alternativa que corresponde a periodização organizada pelo autor supracitado:

a) 1459 – 1959 Vertente Religiosa da Pedagogia Tradicional, 1959 – 1982 Vertente Religiosa e Leiga da Pedagogia Tradicional, 1982 – 1996 Pedagogia Nova, 1996 – 2021 Concepção Pedagogia Produtivista.

b) 1649 – 1659 Vertente Religiosa da Pedagogia Tradicional, 1659 – 1732 Vertente Religiosa e Leiga da Pedagogia Tradicional, 1732 – 1869 Pedagogia Nova, 1869 – 2001 Concepção Pedagogia Produtivista.

c) 1549 – 1759 Vertente Religiosa da Pedagogia Tradicional, 1759 – 1932 Vertente Religiosa e Leiga da Pedagogia Tradicional, 1932 – 1969 Pedagogia Nova, 1969 – 2001 Concepção Pedagogia Produtivista.

d) 1349 – 1459 Vertente Religiosa da Pedagogia Tradicional, 1459 – 1532 Vertente Religiosa e Leiga da Pedagogia Tradicional, 1532 – 1669 Pedagogia Nova, 1669 – 2001 Concepção Pedagogia Produtivista.

e) 1249 – 1359 Vertente Religiosa da Pedagogia Tradicional, 1359 – 1432 Vertente Religiosa e Leiga da Pedagogia Tradicional, 1432 – 1569 Pedagogia Nova, 1569 – 2001 Concepção Pedagogia Produtivista.

QUESTÃO 5

Legalle | Com base em Moacir Gadotti, na obra História das Ideias Pedagógicas, assinale a alternativa INCORRETA acerca do pensamento pedagógico grego.

a) Os gregos realizaram a síntese entre a educação e a cultura: deram pouco valor à arte e à literatura, mas alto valor à ciência e à filosofia.

b) Em Atenas, o ideal do homem educado era o orador.

c) O caráter de classe da educação grega aparecia na exigência de que o ensino estimulasse a competição, as virtudes guerreiras, para assegurar a superioridade militar sobre as classes submetidas e as regiões.

d) A Grécia atingiu o ideal mais avançado da educação na Antiguidade: a paideia, uma educação integral, que consistia na integração entre a cultura da sociedade e a criação individual de outra cultura numa influência recíproca.

e) Os gregos criaram uma pedagogia da eficiência individual e, concomitantemente, da liberdade e da convivência social e política.

QUESTÃO 6

FCM | A respeito da criação das Escolas de Aprendizes Artífices, em 1909, e do contexto da época, analisado por Luiz Antônio Cunha (2000) no artigo “O ensino industrial – manufaturas no Brasil”, é correto afirmar que

a) o ensino profissional era entendido pelos industrialistas como um poderoso instrumento para a solução da questão social; por isso, diante da intensificação dos conflitos sociais, os industrialistas brasileiros diziam que o Estado deveria suspender a oferta de ensino obrigatório, antes de instituir leis sociais.

b) a tradução da ideologia conservadora em medidas de política educacional esteve ligada à atuação decisiva de Nilo Peçanha, que, como presidente do Estado do Rio de Janeiro, havia baixado um decreto criando, em 1906, cinco escolas profissionais – três para o ensino manufatureiro e duas para o ensino agrícola.

c) a instalação das escolas de aprendizes artífices seguiu a distribuição do processo de industrialização, tendo sido criadas proporcionalmente em cada estado, conforme a necessidade de formação de mão de obra requerida em cada unidade da federação, mostrando preocupações mais econômicas do que políticas.

d) as escolas de aprendizes artífices formaram, décadas depois, todo um sistema escolar, pois passaram a se submeter a uma legislação específica que as distinguia das demais instituições de ensino profissional mantidas por particulares, por governos estaduais, diferenciando-se até mesmo de instituições mantidas pelo próprio governo federal.

e) as escolas de aprendizes artífices foram criadas num contexto de convergência de uma ideologia conservadora, da moralização por meio do trabalho e da educação para o trabalho, e de uma ideologia progressista, que consistia na atribuição à indústria de valores como progresso, emancipação econômica, independência política, democracia e civilização.

QUESTÃO 7

IDECAN | Na década de 1930, o Estado Brasileiro reconheceu a educação como direito social. Contudo, apenas a partir da Constituição de 1988 a educação foi considerada um direito público subjetivo, o que responsabiliza o Estado na oferta integral desse direito a todos em idade escolar obrigatória. Desde então, um dos objetivos principais das políticas públicas em educação tem sido:

a) a universalização do acesso à educação.
b) a garantia dos direitos das subjetividades.
c) a garantia dos direitos reprodutivos.
d) o atendimento parcial e contínuo de alunos em idade escolar obrigatória.

QUESTÃO 8

IDECAN | Analise as afirmativas a seguir, a respeito das Reformas Educacionais na Primeira República:

I. Ocorrem na seguinte sequência: Reforma Benjamin Constant (1890); Código Epitácio Pessoa (1901); Reforma Rivadávia Correa (1911); Reforma Carlos
Maximiliano (1915); Reforma João Luiz Alves/Rocha Vaz (1925).
II. Todas estavam preocupadas em organizar o ensino secundário.
III. Todas afirmavam a oferta do 1o grau sob responsabilidade da União.
Assinale

a) se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas.
b) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.
c) se todas as afirmativas estiverem corretas.
d) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.

QUESTÃO 9

IDECAN | Sobre os planos de educação, está correto afirmar que

a) os planos estaduais de educação são instrumentos que definem localmente objetivos e metas para a educação, sem necessariamente levar em consideração o Plano Nacional de Educação.
b) a Constituição Brasileira de 1934 foi a primeira a prever a criação de um plano nacional de educação.
c) os planos municipais de educação são elaborados exclusivamente pela sociedade civil, cabendo ao Executivo local sua plena execução.
d) o plano de educação é a peça orçamentária em que são detalhados os gastos com educação de cada unidade federativa a cada ano fiscal.

QUESTÃO 10

FEPESE | Quanto à história da área de Informática Educativa no Brasil, é consenso entre os pesquisadores que teve como um dos primeiros acontecimentos, em seus primórdios:

a) a conexão das escolas à internet na década de 1990.
b) a disseminação do uso dos computadores pessoais (PC) na década de 1950.
c) a utilização de aparelhos de televisão e vídeo nas salas de aula na década de 1980.
d) o desenvolvimento de políticas públicas voltadas ao uso do computador nas escolas na década de 1960.

GABARITO:

1) E; 2) D; 3) C; 4) C; 5) A; 6) E; 7) A; 8) D; 9) B; 10) E.

Assuntos Abordados no Simulado:

História da educação formal no Brasil

A história da educação formal no Brasil remonta a 1549, com a chegada dos jesuítas. Fundada pelo padre Manoel da Nóbrega, a primeira instituição escolar, Colégio Meninos de Jesus da Bahia, tinha o propósito de ensinar a religião e a prática cristã aos índios. Essa fase inicial da educação brasileira tinha objetivos também econômicos e políticos, marcando o início de uma trajetória rica e complexa.

Movimento modernista brasileiro e a relação com universidades

A implantação da Lei no 5.540/1968, conhecida como Reforma Universitária Brasileira, representou um marco na história do ensino superior no país. Essa legislação trouxe mudanças significativas nos currículos, afetando a estrutura e os objetivos das universidades. A Reforma Universitária foi um passo importante na busca pela modernização e adequação do ensino superior às demandas da sociedade.

Lei no 5.540/1968 e a reforma universitária

Descrição do assunto abordado no simulado

Periodização das ideias pedagógicas no Brasil segundo Dermeval Saviani

Segundo Dermeval Saviani, a história das ideias pedagógicas no Brasil pode ser periodizada. Desde a vertente religiosa da Pedagogia Tradicional até a concepção Pedagogia Produtivista, as transformações no pensamento pedagógico refletem o contexto social, político e econômico do país. Essa periodização oferece insights valiosos para compreender a evolução do pensamento educacional brasileiro.

Pensamento pedagógico grego e paideia

A influência do pensamento pedagógico grego é notável na história da educação. A busca pela integração entre educação e cultura, a valorização da ciência e filosofia, e a realização da paideia como uma educação integral são aspectos fundamentais. Os gregos moldaram uma pedagogia que valorizava a eficiência individual, a liberdade e a convivência social e política.

Criação das Escolas de Aprendizes Artífices em 1909

As Escolas de Aprendizes Artífices, inauguradas em 1909, foram uma resposta às demandas por mão de obra qualificada durante o processo de industrialização. Luiz Antônio Cunha destaca que a criação dessas escolas refletiu uma convergência de ideologias conservadoras e progressistas. Elas não apenas formaram uma base para o ensino profissional, mas também evoluíram para um sistema escolar mais amplo ao longo do tempo, influenciando a legislação educacional.

Reconhecimento da educação como direito social na década de 1930

Na década de 1930, o Estado Brasileiro reconheceu a educação como um direito social, um marco importante na evolução das políticas educacionais. Contudo, somente com a Constituição de 1988 a educação foi considerada um direito público subjetivo. Desde então, a universalização do acesso à educação tornou-se um dos principais objetivos das políticas públicas educacionais no Brasil.

Reformas Educacionais na Primeira República

Durante a Primeira República, uma série de reformas educacionais foi implementada, preocupada principalmente com a organização do ensino secundário. A sequência de reformas, como a de Benjamin Constant e Rivadávia Correa, teve como objetivo estruturar e aprimorar o sistema educacional do país. A atenção ao ensino secundário refletia a busca por uma formação mais abrangente e especializada.

Planos de educação: estaduais, municipais e nacionais

Os planos de educação desempenham um papel crucial na definição de metas e objetivos locais e nacionais. Ao contrário do que alguns pensam, os planos estaduais e municipais não operam isoladamente, mas são interligados ao Plano Nacional de Educação. A Constituição Brasileira de 1934 foi pioneira ao prever a necessidade de um plano nacional de educação, sinalizando a importância dessa abordagem integrada.

História da Informática Educativa no Brasil

A história da Informática Educativa no Brasil remonta a eventos significativos, como a disseminação do uso de computadores pessoais, o desenvolvimento de políticas públicas para a integração de computadores nas escolas e a conexão das escolas à internet. Essa evolução reflete não apenas avanços tecnológicos, mas também mudanças na abordagem pedagógica, explorando novas possibilidades de ensino e aprendizagem.

Preparação Para Concursos: COMECE HOJE!

Milhares de Questões de Conhecimentos Pedagógicos

Na página Mais de 1.200 Questões, você encontrará um tesouro de material preparatório. Com uma extensa variedade de questões, abrangendo desde a história da educação até temas contemporâneos, esse recurso é essencial para a preparação de profissionais da educação. Aprofunde seus conhecimentos, teste suas habilidades e alcance o sucesso nos concursos.

No final, não perca a oportunidade de acessar o Material com MILHARES DE QUESTÕES DE CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS. Este é um recurso valioso para aqueles que buscam uma preparação abrangente e eficaz. Acesse agora e impulsione sua jornada educacional!

Outros Materiais Para Concursos e Seleções

Explore uma variedade de materiais de estudo em diferentes áreas na página Mais Materiais. Preparamos recursos abrangentes para otimizar sua preparação. Confira:

Cada recurso foi desenvolvido para proporcionar uma preparação eficiente e abrangente em sua respectiva área. Acesse agora e potencialize seus estudos para alcançar o sucesso nos concursos e seleções.

Cursos Para Provas de Títulos:

Preparar-se adequadamente para concursos e seleções envolve mais do que apenas a prova escrita. Muitos editais exigem a comprovação de cursos para a pontuação de títulos, e é crucial não deixar essa etapa para a última hora. Alguns editais podem requerer que os cursos sejam realizados antes mesmo da publicação do edital. Portanto, é aconselhável antecipar-se e escolher cursos de qualidade que contribuirão para o seu aprimoramento profissional.

Na Página de Cursos em Educação, oferecemos uma seleção abrangente de cursos que não apenas enriquecem seus conhecimentos, mas também agregam pontos valiosos em provas de títulos. Todos os cursos possuem certificados reconhecidos em todo o Brasil, proporcionando um diferencial importante em seu currículo.

Confira alguns cursos sugeridos:

Invista em sua formação e destaque-se em processos seletivos com nossos cursos de alta qualidade.

Canal no Youtube

Descubra uma fonte valiosa de preparação para concursos e seleções em nosso canal no YouTube! Apresentamos uma variedade de vídeos, incluindo simulados de conhecimentos pedagógicos, para aprimorar seus estudos. Acesse nosso canal AQUI e inscreva-se para não perder nenhum conteúdo essencial. Esteja preparado para alcançar o sucesso em seus desafios educacionais!

 

INSCRIÇÕES
Posts recentes